Pesquisa internacional revela hábitos de vacinação em adultos no Brasil - Companhia da Vacina

Pesquisa internacional revela hábitos de vacinação em adultos no Brasil

Pesquisa internacional revela hábitos de vacinação em adultos no Brasil

helloquence-61189-1200x801.jpg

Uma pesquisa internacional conduzida pelo instituto Ipsos MORI, encomendada pela GSK, mostra que, no Brasil, um terço dos adultos com mais de 18 anos se consideram “não muito” ou “não são conhecedores” sobre as vacinas disponíveis para esta faixa etária. Esta proporção é ainda maior entre os que não têm filhos: 45%.*

Dentre os entrevistados, 64% não estão com a vacinação totalmente em dia.*

Os adultos entrevistados reconhecem a importância da vacinação – 89% acreditam que as vacinas adultas sejam uma forma efetiva de prevenir doenças graves -, mas a prioridade é dada a outros hábitos saudáveis como, por exemplo, não fumar (81%) e se alimentar bem (78%), em detrimento de se manter em dia com as vacinas (63%).*

Além disso, 15% consideram que as vacinas são necessárias somente para fins de viagem.*

Nos últimos 5 anos, 58% adultos acima de 18 anos se vacinaram contra gripe; seguido de 41% contra Febre Amarela e 27% contra Hepatite B. Outras doenças tiveram pouca adesão vacinal, como Sarampo, Caxumba e Rubéola (10%), Meningite C (7%), Meningite B (7%), Meningite ACWY (6%).*

Entre os adultos que não estão com a vacinação totalmente em dia, quase dois terços (63%) é por não saberem quais as vacinas estão disponíveis para esta faixa etária, com quase metade (46%) afirmando que seu médico ou enfermeiro nunca mencionou a necessidade de vacinas na vida adulta.*

Entre os profissionais de saúde entrevistados no Brasil, 28% afirmam que não se sentem confortáveis em discutir a vacinação de adultos com seus pacientes, pois não receberam treinamento suficiente no assunto. Essa porcentagem aumenta para Pneumologistas e Obstetras (36%).*

 

 

Sobre a Pesquisa da GSK

A pesquisa, chamada de Vaccinate for Life, foi conduzida pelo instituto Ipsos MORI, encomendada pela GSK. Ela foi realizada entre 6 de julho e 14 de agosto de 2017. A pesquisa com o público em geral foi endereçada a homens e mulheres acima de 18 anos, com amostra de 6.002 entrevistados, de cinco países: Brasil, Estados Unidos, Itália, Índia e Alemanha. No Brasil, a amostra de 1.000 entrevistados contou com participantes de todas as regiões do país. Já a pesquisa com profissionais de saúde foi realizada entre 16 de julho e 25 de agosto de 2017 e contou com 1.351 entrevistados de três países (Brasil, Itália e Estados Unidos). Um total de 200 profissionais de saúde foi entrevistado no Brasil. A composição da amostra em cada mercado foi a seguinte:*

 

  Brasil Itália EUA
Clínica Médica     501
Farmacêuticos     500
Clínico Geral 100 100  
Assistência Médica*   50  
Enfermeiros 50    
Pneumologistas e Obstetras 50    
Total 200 150 1001

*Original: Hygienists – especialidade não existente no Brasil

 

Sobre a GSK

Uma das indústrias farmacêuticas líderes do mundo, a GSK está empenhada em melhorar a qualidade da vida humana permitindo que pessoas façam mais, vivam melhor e por mais tempo. Para mais informações, visite www.gsk.com.br

 

*Vaccinate for Life Survey. General Public and Healthcare Professional (HCP) results. Executive Summary Brazil. Ipsos MORI, 2017.

FONTE: RELEASE GSK


Leave a Reply

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

4 + um =


logo_lateral_branco

Somos uma clínica que oferece serviços de vacinação para a prevenção, promoção da saúde e bem-estar. Contamos com uma equipe completa e capacitada, além de vacinas de alta qualidade, oferecendo todo suporte, conforto e segurança que você e sua família precisam!

Unidade Campinas

R. Olavo Bilac, 283 Cambuí, Campinas/SP

Fone: (19) 3294-4282
Fone: (19) 3255-1313

campinas@companhiadavacina.com.br

Unidade Sorocaba

R. Dr. Francisco Prestes Maia, 99 Jardim Paulistano, Sorocaba/SP

Fone: (15) 3234-7561
Fone: (15) 3033-4981

sorocaba@companhiadavacina.com.br

Companhia da Vacina© 2016. Todos direitos reservados.