Dengue - Companhia da Vacina

Dengue

A dengue é uma doença febril aguda ou febre hemorrágica por dengue e pode ser causada por 1 dos 4 tipos conhecidos de sorotipos DEN-1, DEN-2, DEN-3 e DEN-4, do gênero flavivirus.

Vacinas disponíveis:
DENGVAXIA

CONTÁGIO
A pessoa pode adoecer quando o vírus da dengue penetra no organismo, pela picada de um mosquito infectado, o Aedes aegypti. Se o mosquito estiver infectado, o período de incubação varia de 3 a 15 dias, sendo em média de 5 a 6 dias.

SINTOMAS
Os sintomas mais comuns são febre, dores no corpo, principalmente nas articulações, e dor de cabeça. Também podem aparecer manchas vermelhas pelo corpo e, em alguns casos, sangramento, mais comum nas gengivas.

PREVENÇÃO
A vacina existente é contra a dengue causada pelos sorotipos 1,2,3 e 4 do vírus. São 3 doses necessárias para a proteção completa e o intervalo entre doses é de 6 meses. É indicada para indivíduos dos 9 aos 45 anos de idade que moram em áreas endêmicas. Contra indicações: deficiência imunológica congênita ou adquirida, indivíduos com infecção por HIV, mulheres grávidas ou mulheres que estejam amamentando.
Em caso de viagens para áreas de risco da dengue, é importante fazer uso de repelentes contra insetos à base de DEET nas áreas expostas do corpo ou mesmo nas roupas. Além disso, deve-se procurar hospedagem em locais que disponham de ar-condicionado ou telas de proteção nas portas e janelas, além de mosquiteiros.

TRATAMENTO
Não há tratamento específico para o paciente com dengue clássico. O médico deve tratar os sintomas, como as dores de cabeça e no corpo, com analgésicos e antitérmicos (paracetamol e dipirona). Devem ser evitados os salicilatos, como o AAS e a Aspirina, já que seu uso pode favorecer o aparecimento de manifestações hemorrágicas. É importante também que o paciente fique em repouso e ingira bastante líquido.
Já os pacientes com Febre Hemorrágica do Dengue (FHD) devem ser observados cuidadosamente para identificação dos primeiros sinais de choque, como a queda de pressão. O período crítico ocorre durante a transição da fase febril para a sem febre, geralmente após o terceiro dia da doença. A pessoa deixa de ter febre e isso leva a uma falsa sensação de melhora, mas em seguida o quadro clínico do paciente piora. Em casos menos graves, quando os vômitos ameaçarem causar desidratação, a reidratação pode ser feita em nível ambulatorial. A Serviço de Vigilância em Saúde alerta que alguns dos sintomas da dengue só podem ser diagnosticados por um médico.


logo_lateral_branco

Somos uma clínica que oferece serviços de vacinação para a prevenção, promoção da saúde e bem-estar. Contamos com uma equipe completa e capacitada, além de vacinas de alta qualidade, oferecendo todo suporte, conforto e segurança que você e sua família precisam!

Unidade Campinas

R. Olavo Bilac, 283 Cambuí, Campinas/SP

Fone: (19) 3294-4282
Fone: (19) 3255-1313

campinas@companhiadavacina.com.br

Unidade Sorocaba

R. Dr. Francisco Prestes Maia, 99 Jardim Paulistano, Sorocaba/SP

Fone: (15) 3234-7561
Fone: (15) 3033-4981

sorocaba@companhiadavacina.com.br

Companhia da Vacina© 2016. Todos direitos reservados.